Nefias Albuquerque

    Nefias Albuquerque

    Gravatá (PE)
    0seguidor1seguindo
    Entrar em contato

    Comentários

    (116)

    Recomendações

    (31)
    Jorge Luiz Amantea Sabella
    Jorge Luiz Amantea Sabella
    Comentário · ano passado
    Bom... A Dilma não fez nada que não tenha sido feito por outros presidentes, como pode haver causa para o Impeachment?

    O FHC por exemplo, dobrou a dívida pública gastando nossas reservas para segurar o dólar e se reeleger, digo, é medíocre qualquer argumentação que ignore que a lei não foi mudada desde então. Por isso não há argumentos sólidos que justifiquem o impeachment agora.

    Se houvesse argumentos o autor conseguiria explicá-los num parágrafo. Mas preferiu deixar claro no primeiro deles a retórica comum, atacando até quem defende a manutenção do mandato da Dilma, num destempero que mostra que a questão não é acadêmica e muito menos teórica. Nesse parágrafo diz que é honesto e os que defendem Dilma são manipuladores, pede que acreditem nele e não nos manipuladores pois eles são partidários e o autor, não.

    Eu estou dentre estes que defendem o mandato da Dilma e conheço muitos que votaram no Aécio e aceitaram a derrota melhor que ele!

    O autor demonstra o interesse do ego no impeachment da Dilma e a partir disso tenta achar o que o justifique.
    O ego aparece quando falta argumentos em que a própria pessoa acredite; fica insegura; tende a espanar a linha de raciocínio colocando diversos elementos marginais para contextualizar o elo que não consegue fechar sem falhas.

    Acontece também quando alguém é pego na mentira. Muda o tom de voz e a entonação silábica... Percebe-se isso até num texto; se a pessoa escreveu por prazer ou está tentando a aprovação de uma outra pessoa específica - cuja a personalidade, indiretamente dá o tom do texto do autor - ou até de um grupo de pessoas onde o comprometimento dos adjetivos e substantivos podem ser levados em conta. Também quando há um novo amor, doença, objetivo, emprego. São muitos os traços perceptíveis, inclusive, dá pra perceber quando há interesse profissional e/ou dinheiro envolvido. As pessoas raramente conseguem esconder esse tipo de interesse.
    Se fosse um artigo do Lula pedindo o impeachment da Dilma ela já estaria fora, mas no caso deste texto não há verosimilhança alguma.

    Obs.. Fizeram um esforço para julgar as contas anteriores à essa para encurralar a Dilma rápido... Se tivessem condenado as contas do Lula, a Dilma já estaria fora.
    Thiago Moura da Silva, Estudante de Direito
    Thiago Moura da Silva
    Comentário · ano passado
    Para refletir:
    1º Só é ideológico quem é contra impeachment?
    Quem é a favor não é?
    Aí eu pergunto: alguém de direita é contra o impeachment?
    Salvo engano, o Miguel Reale foi Ministro do FHC. Hélio Bicudo foi membro do PT, portanto não é mais.
    Então, invocar a ideologia para defender ou pleitear o impeachment não é argumento. Aliais, por falar em ideologia, porque a Venezuela e a Argentina foram citadas no texto? O discurso ideológico está nas suas palavras.
    2º Corrupção de outras pessoas ou do partido, desde que não fique provado que influênciou na campanha, não é motivo para impeachment. Podemos ficar chateado com isso, reclamar, mas não mesmo assim não será motivo. E caixa 2 só existe no PT?
    Pior que a indignação é a indignação seletiva.
    Corrupção é errado e deve ser combatida dentro da lei e atacar todos os partidos.
    3º "Pedalada fiscal" não é motivo para impeachment. E como já mencionado, elas foram em 2014 e já foram quitadas. E em 2015 o orçamento já foi aprovado, infelizmente com um rombo gigante.
    4º Mentiras em campanha, também não é motivo para impeachment, senão nenhum cargo do executivo ou do legislativo estaria ocupado, pois todos mentem, seja do PT, do PSDB, etc.
    5º O povo se manifesta nas urnas e não em pesquisa de opinião, por isso existe o voto.
    Deixo poucos comentários, pois são tantas coisas ao meu ver equivocadas, que seria necessário um texto como esse para rebater (principalmente a questão das "pedaladas"). Contudo, têm diversos bons artigos, elaborados por bons juristas, que rebatem os argumentos lançados neste artigo.
    Lembrem-se: Remédio para mau governo não é impeachment.
    Abraços! E viva a democracia!!!

    Perfis que segue

    (1)
    Carregando

    Seguidores

    Carregando

    Tópicos de interesse

    (3)
    Carregando
    Novo no Jusbrasil?
    Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

    ANÚNCIO PATROCINADO

    Outros perfis como Nefias

    Carregando

    Nefias Albuquerque

    Entrar em contato